Pesquisar este blog

24 de junho de 2011

Meu maior milagre
Compartilhando - 1ª Parte
Depois de muito tempo distante, resolvi dar notícias. Estou muito displicente não é mesmo??!! E, por isso, peço desculpas a todos e hoje quero compartilhar alguns momentos desses últimos meses que têm sido de muitas emoções e sentimentos diversos. Já que fiquei um longo período sem dar notícias, vou resumir brevemente alguns momentos que quero compartilhar com vocês e que nunca vou esquecer.
Bom, no dia 08 de novembro do ano passado veio a notícia – eu estava à espera do meu primeiro filho. Um susto enorme, não porque eu não quisesse, mas sim pela forma como ele chegou. Estava recém-casada, ainda em fase de adaptação (risos... quem é casado sabe bem o que digo) e não havíamos planejado. Um misto de sentimentos me invadiu, mas o medo da reação do meu marido foi enorme. Descobri pela manhã e apesar de ter falado com ele por telefone, só pude sentir a reação de verdade dele à noite quando voltou do trabalho. Abraçamos-nos e caímos os dois em choro, mas era um choro diferente e só o fato de estarmos juntos fazia toda a diferença. Eu disse a ele que seria um bom pai e ele me respondeu: - Seu eu for 10% do que o meu pai foi pra mim, eu serei feliz. Nós dois ali juntos, abraçados, dividindo aquele turbilhão de sentimentos, me fortaleceu muito e vai ficar pra sempre na minha memória. Nesse dia e nos seguintes também pude sentir muito a felicidade de minha família, da família do meu marido e dos amigos com a notícia.
Outro momento que vai ficar pra sempre foi a reação do meu pai, que no fundo sentia que não ganharia um neto meu...rsrsrs...Ele ficou o dia todo perguntando: - Mas minha filha, está confirmado mesmo?! Ele não se agüentava. E no fim de dezembro quando eu fui passar o fim de ano com minha família em Uberlândia, não vou me esquecer de duas coisas:
1º - A reação do meu pai quando me viu. Eu já estava de quase 4 meses e minha barriga já aparecia muito...rsrs. Lembro-me bem que quando ele me recebeu, me abraçou e meio que sem jeito ele tentava olhar minha barriga, quase que não acreditando ainda naquele milagre. Sei que ele estava muito feliz!
2º - O carinho e a paparicação de todos da minha família. Sempre fui muito amada, mas o carinho era maior ainda por causa do anjo que carrego comigo. Fui envolvida em uma esfera de muito amor por todos sem exceção. Por isso, não vou citar nomes, porque todos estiveram ao meu lado. Encheram-me de mimos e meu filho pode sentir isso com certeza. Só tenho a agradecer. Se Deus me desse a opção de escolher, mil vezes eu escolheria a minha família novamente.
 Estou completando 39 semanas de gestação, estou muito ansiosa para ver a carinha do nosso príncipe e ainda tenho mais a compartilhar. Por isso, vou deixar o restante para amanhã para que todos tenham paciência pra ler. Espero que até lá eu não entre em trabalho de parto...rsrsrs... Para não correr o risco vou deixar o texto pronto e peço para alguém enviar caso eu tenha ido para a maternidade...rsrsrs..
Um grande beijo à todos e FELIZ DIA DE SÃO JOÃO!
Namastê!!!
Isa