Pesquisar este blog

27 de fevereiro de 2014

Aroma de café

E o aroma de café vai dando vida ao novo dia... Sinta o cheiro, abra-se e alegre-se com as possibilidades!

Feliz manhã!

Lembre-se:

"Quem é rico em sonhos não envelhe nunca.Pode até ser que morra de repente. Mas morrerá em pleno voo.." (Rubem Alves)


Namastê,
Isa Vieira

23 de fevereiro de 2014

Promovendo o Amor!



O objetivo desse espaço existir nunca foi apenas para expressar meus sentimentos, opiniões, conquistas e sonhos. Também é o espaço onde eu posso demonstrar meu respeito e admiração pela vida e por pessoas especiais. E o post desse domingo é muito especial. Quero compartilhar um vídeo produzido por La Fiesta Produciones Cinematográficas, de Madrid, na Espanha. Trata-se de um curta-metragem, uma animação que promove a inclusão de pessoas com deficiência. Segue o link para que vocês assistam antes que eu termine o texto.


Kaique  no seu aniversário de 15 com seus pais e irmã!
Bom, vocês podem me dizer: “Mas esse curta não promove apenas a inclusão, mostra também uma realidade triste.” E eu te responderei que prefiro ver apenas o lado positivo de todo o vídeo. Fiquei emocionada e chorei com a animação, mas muito feliz porque sei que existem pessoas maravilhosas que se preocupam com as necessidades do outro, como a minha cunhada Fya Mota, sua filha Kaila e seu marido que fazem o possível e o impossível para ver o sorriso mais lindo que eu já vi nesse mundo no rosto do Kaique, seu filho especial.




O sorriso mais lindo do mundo...
Tem também a equipe da escolinha Zas Traz, na qual meu  filho estuda e que conheci recentemente e que não mede esforços para promover a inclusão. E tantos outros exemplos anônimos que não poderia citar aqui, mas que são pessoas incríveis que sabem que uma "deficiência" não pode ser barreira para que alguém viva sua vida em plenitude dentro de suas limitações e saiba o quanto é importante dentro do meio em que está inserido. Pessoas que fazem da vida de outros uma eterna alegria...e não posso esquecer de citar aqueles que ao longo de seus estudos decidem que sua especialização será voltada à crianças especiais como minha outra cunhada Vanderli Motta. Estou feliz e orgulhosa por você Dé!!!

Também não posso esquecer-me da minha família, porque apesar de não termos exemplos de pessoas com deficiência entre nós, foi ali, entre os meus que aprendi que as diferenças não existem e sim o amor e o respeito ao próximo! Apesar do desfecho, esse vídeo me fez muito bem e espero que alimente o amor e a compaixão pelo próximo em você que for assistir a ele! E é exatamente por  esse motivo que o título desse post é “Promovendo o amor”.






A todos os envolvidos nessa produção e a todas as pessoas que dedicam-se aos especiais, todo o meu respeito e admiração!

Todos somos iguais diante de Deus!

Namastê,
Isa Vieira





21 de fevereiro de 2014

Cheiro de infância

Ultimamente tenho sentido cheiro de infância. Uma saudade do tempo que se foi, vontade de viver tudo pela primeira vez e sentir todas aquelas sensações como o frio na barriga, o gosto das coisas e a alegria no ar durante as brincadeiras com os amigos na rua. Talvez essa saudade esteja mais latente pelo fato de meu filho ter começado a frequentar a escola nas últimas semanas e tenho acompanhado tudo.  Preparo o uniforme, o lanche, os brinquedos para o dia temático e ainda por sentir nele aquela euforia, aquela vontade de estar lá com as professoras e os amiguinhos. Lembro-me quando era eu a ir para a escola, como era bom retornar depois do período de férias, como era bom conhecer os novos professores, os amigos e as matérias a serem repassadas aos alunos. Uma fase maravilhosa!

Mas o fato é que o cheiro de infância tem me atiçando, me instigado a refletir sobre essa fase e que muitas vezes precisa ser redescoberta em nós na fase adulta. Tem experiências que levamos para o resto da vida. Minha mãe preparava pão com manteiga na frigideira para nós e o cheiro era incrível. Como eu amava o nosso café da manhã! O cheiro do café nos acordando de manhã, a mamãe começando a nos “cutucar” para não perdermos a hora. Quando preparo pra mim esse pão de café da manhã, sinto o cheiro, mas não com aquela mesma intensidade, mesma vontade e pureza. Naqueles tempos era tomar o café e ir para a escola ou mesmo ir para frente da TV assistir aos programas infantis favoritos em dias de folga ou férias escolar. Sem preocupações a não ser com as tarefas da escola ou com algum pedido da mamãe. Era um período sem essa enxurrada de sentimentos, essa bagagem enorme que carregamos, sem as dúvidas cruéis e os medos aterrorizantes da vida tumultuada. Era um período em que tudo é possível, nossos sonhos eram grandiosos e a vontade de crescer enorme. E a beleza dos relacionamentos era incrível. Que saudade! Saudade das brincadeiras de rua que eram bem mais legais, das traquinagens, das folias na escola. Éramos felizes!

E porque ao sentir o cheiro do pão que preparo eu não poderia sentir aquele mesmo cheiro, com o mesmo sentimento, a mesma intesidade??? Porque com a correria diária, com tudo o que nos é imposto para nos sustentar, para ter qualidade de vida, nos esquecemos desses pequenos detalhes, dessas coisas simples da
vida, mas que fizeram e fazem toda diferença em nossa formação. Perdemos-nos em meio ao turbilhão de atividades e de informações, nos enchemos de medo e dúvidas sobre o futuro e nos esquecemos de viver o que precisa ser vivido na fase adulta, mas com a conduta de uma criança. Uma criança vive o hoje, aproveita todas as oportunidades para passear, brincar e se interagir sem medo. Por instinto, uma criança sabe que a cada dia se basta. Uma criança não procura “pelo em ovo” ao pensar no futuro, ela pensa positivo, que dará certo, que tudo é possível e se alegra com isso.

Analisando tudo isso, eu penso que preciso redescobrir a criança que existe em mim em muitos aspectos. Reinventar sempre, renovar as ideias, abri-me para a vida com mais tranquilidade e não ficar tão ansiosa pelo futuro. E brincar mais! Sim, preciso aproveitar essa fase do meu filho e brincar mais, rir junto com ele, criar novas brincadeiras, reaprender as cantigas de infantis, redescobrir os contos de fadas e outros contos tão importantes dessa fase. Correr mais ao ar livre. Sentir como uma criança sente, amar como uma criança que não tem medo do outro e que quando se magoa é por míseros minutos. Logo seu coração está livre de novo.  E principalmente, ver a beleza em todas as coisas simples...um corre-corre no parque, uma brincadeira na rua, sentar no chão e inventar mil brincadeiras...viver, viver como uma criança, sem pressa, sem obsessões, sem regras. Apenas viver! Meu filho merece isso! Merece esse compromisso meu com a vida dele!


E você? Que cheiro lembra sua infância?
Que tal redescobrir a criança que existe em você e viver mais leve, mais feliz?
Vem comigo nessa aventura....Ah  não tem uma criança em casa? Aventure-se com seus sobrinhos! Não tem sobrinhos? Aventure-se com seus amigos, convide-os para um passeio ao ar livre, de bicicleta ou ainda marque algum tipo de jogo como futebol ou vôlei. Garanto a você que valerá muito!!!


Namastê,

Isa  Vieira

20 de fevereiro de 2014

Permita-se AGRADECER!



Tudo está indo bem? Está estudando e alcançando boas notas e alicerçando seu futuro? Já se formou e encontrou seu espaço em sua carreira?
Então, permita-se AGRADECER por todas as suas conquistas, por todos os momentos de sua caminhada! Agradeça sempre!

Já encontrou o amor de sua vida? Já se casou? Tem filhos e está construindo um lar? Ou não, ainda está planejando o futuro ao lado da pessoa amada?  Não importa! O que importa é que você encontrou alguém que faça seu coração feliz, que te aceitei como é, alguém que é capaz de fazer você sair da letargia e ir à luta pela construção de uma vida a dois com amor e união!
Então, permita-se AGRADECER! Agradeça pela vida dessa pessoa que faz parte da sua história e está construindo junto com você um futuro, independente das adversidades!

Não encontrou ninguém, não está namorando e não está interessado em construir um relacionamento agora? Agradeça do mesmo jeito.
Então, permita-se AGRADECER por conhecer você, por saber qual é o seu momento.  Conhecer-se é uma dádiva e algo tão importante para melhorar nossas relações quanto conhecer os outros.

Tem o alimento de cada dia em sua mesa? Uma casa para te abrigar? Roupas e sapatos que te deixam confortáveis? Uma cama para seu descanso?  TV, computador, internet, máquina fotográfica, celular e tudo mais que pode nos trazer certo entretenimento?
Então, permita-se AGRADECER por ter o suficiente para seu sustento. Algumas pessoas dariam tudo por um colchão velho, por um prato de comida, por um abrigo longe da chuva e da violência, por um sapato....AGRADEÇA!

Tem amigos com quem pode contar? Uma família que independente das diferenças te apoia e está ao seu lado?
Então, permita-se AGRADECER por ter pessoas ao seu lado que te amam, cada um a sua maneira, mas te ama e quer o melhor pra você! Muitas pessoas podem contar somente consigo mesmas, não possuem ninguém.

Está tudo difícil? Problemas familiares invadem seus pensamentos? Problemas financeiros tiram o seu sono? Os amigos desapareceram? A vida amorosa está se deteriorando?
Então, permita-se AGRADECER pelos momentos difíceis porque são nesses momentos que encontramos o aprendizado necessário para seguir em frente! Nessas horas é que descobrimos quem somos e a força que temos. É claro, que só sairá da beira do abismo quem quiser quem não se entregar a tristeza e a energia negativa dos problemas. E com certeza você encontrará as pessoas certas para estarem sua vida será nesses momentos. 

Por isso e tudo o mais AGRADEÇA! Quando a gente agradece abrimos as portas para as bênçãos, para as oportunidades.  E fique atento para aproveitar cada uma de forma especial!

E aos ateus de plantão, aos descrentes, não pensem que estou falando apenas para agradecer a Deus. Eu agradeço a Ele sim, me sinto bem em  Sua  Presença! Mas o exercício da gratidão é um dom que se soubermos aproveitar seus benefícios a felicidade fará morada pra sempre em nossos corações independente do momento vivido. Não se sente confortável agradecendo a Deus, agradeça a vida, agradeça ao Universo, mas AGRADEÇA! Abra-se, permita-se agradecer e viver plenamente cada momento com sua dificuldade ou não!

Obrigada por sua companhia aqui comigo, neste espaço onde posso expressar meus sentimentos, compartilhar sonhos e histórias! Obrigada por fazer parte da minha vida! Obrigada!

Namastê,

Isa Vieira

19 de fevereiro de 2014

Medir a palavra




A primeira mensagem que compartilhei no Facebook hoje me fez refletir sobre o impacto das palavras utilizadas de forma inadequada ou em momentos de raiva. A mensagem está nessa imagem ao lado. Em toda e qualquer situação devemos medir nossas palavras, mas nem sempre isso é possível, porque como já disse aqui outras vezes, somos humanos e imperfeitos, carregados sentimentos e de uma bagagem enorme.


Quando se consegue o equilíbrio necessário para dizer o que é preciso sem magoar o outro, sem ferir sua alma é algo maravilhoso. Mas quando isso não é possível a empatia deve ser uma característica importante dentro dessa relação, seja ela de qual natureza for. Se colocar no lugar do outro é imaginar como ele está se sentindo com tudo o que foi dito. Se essas mesmas palavras fossem ditas a você como você se sentiria? E é aí que podemos encontrar surpresas fantásticas. Refletir pode nos ajudar a entender melhor o outro, pode nos dar um aprendizado de como agir em uma próxima vez e o que é melhor, nos dá a oportunidade de reverter o quadro.

Se você disse algo em um momento de raiva e foi inadequado, feriu o outro você terá a oportunidade de “consertar” a situação. Agora, mesmo que tudo o que tenha sido dito foi verdadeiro, que você acredite que está certo você também terá a oportunidade de aparar as arestas. Isso é se você realmente tem interesse genuíno por essa relação. A escolha é nossa. É claro, que quando estamos magoados, a escolha também é nossa. Mas ter maturidade o suficiente para pedir perdão, mesmo estando certo é ter interesse e respeito genuíno porque o outro é. É estar no lugar dele. É sabedoria divina e os resultados vindos de uma ação assim são maravilhosos.

Quando alguém nos magoou chega até nós e diz que pensou na situação, que diz o quanto somos importantes e que não gostaria que a relação sofresse com tudo o que aconteceu nos sentimos tão bem não é mesmo? ? ? Agora imagine quando somos nós que chegamos até o outro e dizemos o quanto sentimos muito, o quanto ele é importante pra nós e quer que tudo fique bem?? ?  É algo tão grandioso ao nosso coração, faz tão bem que ser for realmente genuíno tudo será contornado. Veja bem, se você errou o outro com sua atitude perceberá que realmente é importante pra você e conseguirá perdoar com todo o seu coração, talvez não de imediato, mas o processo será completo em pouco tempo. Agora se você não errou, ainda assim o outro perceberá também o quanto é importante e depois de sair de seu período de mágoa ainda conseguirá refletir sobre o que foi dito. Poderá dizer ou não que você tinha razão, mas você ver em suas atitudes a mudança positiva provocada em seu comportamento. De todas as maneiras você ganha.

É claro que se em um momento de conflito pudermos evitar dizer certas coisas e esperar a poeira baixar, poderemos filtrar o que precisa ser dito do que é apenas raiva e o impacto será muito mais positivo do que o imaginado. Afinal de contas, como diz o ditado, "a palavra  é de prata, mas o silêncio é de ouro". Saber valorizar as nossas relações, sejam elas de trabalho, pessoais, amorosas ou de amizade, é uma forma de amar o próximo, por mais que não tenhamos essa compreensão do amor. É respeitar cada um como ele realmente é.


Você tem alguma aresta para aparar em alguma relação?
Se sim, dê o primeiro passo! Seja a mudança e veja o quanto fará bem não só ao outro, mas a você também, ao seu coração!

Namastê,

Isa Vieira

18 de fevereiro de 2014

O que nos move???

Refletindo sobre umas questões pessoais, analisando atitudes e comportamentos meus e de algumas pessoas próximas, uma ideia fixa me perseguiu. O que nos move é algo intrigante não é mesmo?? Veja bem, existem exemplos de pessoas de sucesso que não tinham a menor condição de vencer na vida, tinham tudo para cair no abismo, colocar fogo no mundo ou se afundarem em suas tristezas. Mas elas não se deram por vencidas simplesmente pelos problemas que atingiram suas vidas. Correram atrás do prejuízo, realizaram seus sonhos. São muitos exemplos:  Um camelô que se tornou um dos maiores comunicadores do país;  o  outro camelô que ministra palestras sobre empreendedorismo;  uma escritora que escreveu um dos maiores sucesso de vendagem de livros e  posteriormente de bilheteria de cinemas, enfrentando uma depressão  e com problemas financeiros; um homem que perdeu tudo por 3 vezes e não desistiu e fundou um dos maiores impérios automobilísticos do mundo e ainda outros casos menores, os anônimos, é claro, mas com o mesmo sucesso, a mesma história de dedicação.

Temos que lembrar também das pessoas que nascem com alguma deficiência e fazem coisas incríveis. Outras nascem perfeitas, mas em algum momento passam por uma adversidade enorme como uma perda ou uma doença, mas se levantam e seguem em frente.  Qual é o combustível que essas pessoas utilizam para seguir, para realizar o que desejam, o que motiva cada um deles, o que os move?  Eu poderia arriscar alguns palpites como a fé de que tudo dará certo, a vontade de viver, a determinação de ser melhor do que uma simples condição, seja física, material ou intelectual, a vontade de fazer o melhor e deixar o melhor para  os seus e para a sociedade, a vontade  de superar, a não condição de vítima da sociedade, da desigualdade social e de raça, mas nada vai dizer mais do que o que cada um sentiu ao se deparar com seus problemas, o quanto cada um se enfureceu com a situação e ainda o que realmente os levou a levantar e seguir em frente, o fator superação de cada um.

Mas o mais importante é que essas pessoas não desistiram nas primeiras adversidades, podem até ter pensado em desistir, mas não desistiram. Não ficaram lamuriando pelos cantos, deixando espaço para a depressão e outras doenças. Não ficaram procurando culpados ou mesmo culpando a Deus pela condição de cada um. Não se sentiram vítimas e foram atrás, escreveram a própria história, tomaram as rédeas do destino e alçaram voos, tornaram-se exemplos de superação, motivo de inspiração para muitos e o mais importante, foram e são felizes com suas realizações, aceitaram sua condição e buscaram meios para ser melhor. Eles eram felizes com sua condição e hoje são mais ainda com suas realizações.

Vejo muitas pessoas por aí com todas as condições para correr atrás dos seus objetivos, mas que preferem ficar a margem, se acomodar diante de seus problemas, sejam eles espirituais, financeiros ou amorosos. Infelizmente é triste perceber que muitos não querem encontrar outra forma de viver, têm medo de tentar, de arriscar, preferem culpar a situação, ou o que é ainda pior, não olharam para dentro de si e encontraram o que realmente os move e assim, num circulo vicioso não conseguem encontrar felicidade em suas realizações, no seu dia-a-dia e muito menos na vida.

E você? O que te move?
Agradeça pela vida, pelas quedas, pelas dificuldades enfrentadas, aprenda o que for preciso, mas levante-se! Todos nós recebemos o dom da vida para encontrarmos nosso caminho, para fazermos o melhor! A escolha e´nossa! Encontre o seu combustível e conquiste o mundo!



Encontre o seu combustível e conquiste o mundo!

Namastê,
Isa Vieira


PS: Esse post me fez pensar e escrever sobre histórias de superação.  Acho que vou procurar algumas inspiradoras para nós.

17 de fevereiro de 2014

Decepção e esperança - Vamos vencer?

"Às Vezes construímos sonhos em cima de grandes pessoas... O tempo passa e descobrimos que grandes mesmo eram os sonhos e as pessoas pequenas demais para torná-los reais!" Bob Marley (segundo fontes da internet).

Hoje uma amiga postou essa 
frase no Facebook e colocou que estava se sentindo sem esperança. Apesar de não conviver muito com ela, é alguém que eu quero muito bem e por isso imediatamente quis escrever algo para que ela se sentisse melhor. Escrevi o seguinte: Os seus sonhos são grandes o suficiente para você ter esperança e realizá-los...Independente da situação, Deus te criou pra ser feliz e tudo nessa vida, tudo mesmo, até as dificuldades e decepções são aprendizado. Respire fundo, levante a cabeça e siga!!! Vá a luta! Vá conquistar seus sonhos! Vá vencer! Vá viver!!!

Bom, esse fato me fez refletir sobre o quanto absorvermos da vida e das pessoas a nossa volta. Temos que tomar muito cuidado com o que absorvemos. Um exemplo disso é se convivemos muito com alguém estressado, "reclamão" e não soubermos filtrar o que é importante nessa relação corremos o risco de nos tornarmos tão estressado e "reclamão" quanto o outro. O contrário também ocorre.  Estar ao lado de pessoas calmas, equilibradas pode nos ajudar a desenvolver essas qualidades, ou pelo  menos, nos  deixar mais tranquilos. 
É claro que é impossível, como se diz por aí, nos afastar de pessoas com comportamentos e atitudes que julgamos inadequados. Como você vai se afastar de alguém que faz parte da sua vida como o seu pai, sua mãe  ou mesmo irmãos? E mais, como se afastar do marido ou da esposa, ou ainda do chefe no trabalho? Cada um é o que é. E essa é a perfeição da vida. Imagina se todos fôssemos iguais, tivéssemos as mesmas opiniões, os mesmos  gostos, os mesmos comportamentos. E se todos fôssemos estressados ou ainda tudo fosse aquela calmaria. Que sem graça seria não é mesmo???!!!! Amamos as afinidades, mas também precisamos das diferenças. E tudo é uma questão de olhar.

A mudança está sempre em nós, nunca no outro. Porque como disse antes, somos o que somos. E nada pode alterar nossa essência. O que é possível é mudar o nosso olhar em relação ao outro e aprendermos com as relações, com os perfis de cada pessoa para que possamos viver em uma esfera melhor. Filtrar o que é importante em cada relação e observar nossos sentimentos. Nós somos os principais responsáveis pelo que sentimos, pelas expectativas que deixamos sobre o outro. Eu acredito que é impossível não ter expectativas em relação às pessoas, principalmente as mais próximas. Mas acredito que podemos diminuir essas expectativas e também controlar o que sentimos.  O estressado e "reclamão" só terá impacto na minha vida se eu permitir. Além disso, temos que contar com o fator das diferenças, cada um é o que é. Outro fator importante é que não sabemos os monstros e fantasmas que cada pessoa pode estar enfrentando em cada momento da vida. Por isso, o olhar é fundamental. Ter mais compaixão, estar no lugar do outro, olhar com outros olhos, o olhar da compreensão é mais importante para alguém que nos "incomoda" digamos assim, do que para aqueles que temos uma ótima relação. Essa é uma atitude saudável não só para nós que nos permitimos ser quem somos sem nos afetar, mas para o outro que muitas vezes precisa desse olhar, dessa compaixão. Você pode ter a certeza de que seu comportamento também irá influenciar as suas relações, de forma positiva ou negativa, só depende de você. 

É claro, que somos humanos e imperfeitos. Vamos ficar tristes em alguns momentos, vamos nos magoar, vamos ter raiva, mas precisamos refletir sobre as questões que nos deixaram assim, retirar o aprendizado e seguir em frente apenas com o que é ao nosso coração. Temos que nos aperfeiçoar sempre e, como eu disse para minha amiga, temos que ir a luta! Correr atrás da realização dos nossos sonhos, independente das situações que nos decepcionam. Acredite em você, no seu potencial. A vitória é feita de tentativas sem desistência e dos fracassos somados ao aprendizado! 

Vamos à luta??? Vamos viver??? Vamos vencer???

Desejo uma semana cheia de sonhos, esperança e conquistas a todos!!!

Namastê,
Isa Vieira




14 de fevereiro de 2014

Hoje é dia de São Valentim, vamos aproveitar?


Hoje é dia de São Valentim, o dia dos namorados nos Estados Unidos e em muitos países da Europa. E você deve estar se perguntando: "Por que aproveitar o dia de São Valentim se aqui comemoramos em junho?" Simples, eu respondo! Porque todo dia é dia de celebrar o amor em todas as suas formas. E como é bom estar enamorado! Pode ser só uma paquera, uma paixão adormecida ou mal resolvida, ou ainda aquele amor arrebatador, que de qualquer forma nos deixa mais leves, mais felizes. 

O dia de São Valentim não poderia ser em data melhor, a tão esperada sexta-feira. Então, que tal convidar o namorado ou a namorada para um jantar e quem sabe depois dar uma esticadinha pra dançar ou qualquer outro programa que acharem melhor, afinal de contas, a noite é de vocês. Não tem namorada (o)? Então, é uma boa hora para  convidar aquela pessoa que está paquerando há algum tempo. O não você já tem e o sim pode ser uma grata surpresa se você se arriscar. Quem sabe desse encontro não sai um grande relacionamento ou mesmo uma grande amizade. Tudo é válido. Está casado (a) há algum tempo? Qual o problema, afinal vocês se tornaram eternos namorados. Tem filhos? Deixe com um parente e vá aproveitar a noite de vocês. Não tem essa possibilidade, então, envie flores, chocolate e vá preparando a sua chegada, seja homem ou mulher, o melhor é ter iniciativa. Depois que as crianças dormirem aproveite o restinho da noite, com um bom filme ou mesmo na companhia dos dois. 
 
Não tem paquera, não tem namorada (o), não está casado (a) e não quer se arriscar. Não importa! Convide um grande amigo ou amiga, irmão ou irmã e vá curtir um cinema ou um jantar entre amigos com uma boa conversa, regada a muitas gargalhadas. O importante é ser feliz e celebrar o amor em sua plenitude! 
 
Feliz dia de São Valentim! Viva o Amor!

Namastê,
Isa Vieira

PS: Você sabia que o Dia de São Valentim teve sua origem na Idade Média e vem da lenda de que o Imperador Cláudio II proibiu os casamentos em uma época de conflitos alegando que os solteiros eram melhores combatentes. Então, o Bispo Valentim, que acreditava na força do amor, ousou ir contra as ordens do Imperador. Conta-se que ele continuou celebrando os casamentos e o próprio também se casou as escondidas. Ele foi descoberto, preso e condenado a morte. E na prisão, muitos jovens levavam para ele flores, presentes e bilhetes dizendo que ainda acreditavam no amor. Dizem ainda, que na prisão enquanto aguardava sua sentença, ele se apaixonou pela fica cega do carcereiro e que milagrosamente ele devolveu a visão a ela. Antes de sua morte ele deixou uma carta a ela e assinou como de "Seu Namorado" ou "De seu Valentim". Espero que tenham gostado!

Bom dia!!!

Bom dia sexta-feira que já chegou abençoada pela chuva da madrugada.


Vamos ACORDAR e A COR DAR para esse dia que já começou incrível!!!


Bom dia a todos, bom dia DIA, bom dia vida!!!


Namastê,
Isa Vieira

13 de fevereiro de 2014

Seja bem-vinda CHUVA!!!

E ela chegou, de mansinho mas chegou!
Afugentando o calor, dando outra cor a nossa tarde.
Deixando um cheiro e um frescor abençoados.
Seja bem-vinda CHUVA! Banhe nossos campos e nossos rios!
Refresque nossas almas sequiosas. Nos alegramos com sua presença, com sua benção!

Excelente fim de tarde a todos com o frescor maravilhoso da chuva!!!

Namastê,
Isa Vieira

PS: depois de vários dias de calor e tempo seco eu  não poderia  deixar de vir aqui agradecer por essa benção!

Animais envenenados

“Podemos julgar o coração de um homem pela forma como ele trata os animais.”  (Immanuel Kant)

Na semana passada tomei conhecimento por uma amiga de Recife sobre uma atrocidade que aconteceu em sua cidade. Ela me pediu para escrever sobre o assunto no blog e eu me prontifiquei. Comecei a ler o material que ela me enviou e confesso que fiquei sem ação. Indignada, mas sem ação para escrever sobre as informações. Como expressar em palavras o sentimento e a frustração não só meus, mas de todas as pessoas que vivenciaram o ocorrido.  Demorei inclusive, para colocar o texto no ar porque não queria que ele estivesse carregado de raiva e ódio pelos homens, porque não quero fazer julgamentos. Revisei o texto mais de três vezes, apenas para me certificar que ele estava informativo e não apelativo ou cheio de sentimentos ruins, como vejo muitos por aí em face de atrocidades. Não quero me igualar a quem as comete.

Pois bem, vamos aos fatos. Mais de 20 gatos morreram vítimas de envenenamento na Avenida Beira Rio em Recife-PE no dia 24 de janeiro. Pelo que pude apurar, a avenida tornou-se local de abandono desses animais. Claro, mais simples do que castrar e encontrar um novo lar, as pessoas abandonam. Um grupo de moradores e voluntários fundou a Gatinhos da Beira Rio e eles alimentavam, castravam, cuidavam, mesmo que não levassem para suas casas, pois, muitos já possuem animais de estimação. Mas eles ajudavam, inclusive, arrecadando rações, remédios e promovendo adoções. Alguém incomodado com esse trabalho foi lá e denunciou o grupo à Vigilância Sanitária, que se certificou que nada estava irregular. 

Bom, como se já não bastasse as dificuldades que essa ONG encontra e o esforço muitas vezes não reconhecido, alguém foi lá e envenenou os gatinhos. Desculpem-me pela foto, mas é necessário mostrar. O grupo Gatinhos da Beira Rio indignado reuniu forças, denunciou o caso e foi protestar. Uma manifestação pacífica contra o abandono de animais aconteceu na Avenida Beira Rio no dia 01 de fevereiro e contou com a presença da população que pode ajudar através das adoções que aconteceram com os gatinhos sobreviventes do massacre. Cruzes foram utilizadas para demonstrar o sentimento e a revolta de todos com essa situação.
Sobrevivente
Nessa hora a solidariedade é muito importante, o Grupo Gatinhos da Beira Rio recebeu não só o apoio da população, mas recebeu várias doações e ajuda de clínicas especializadas também. Mas também foi alvo de oportunistas. Um grupo da cidade, que nem vou mencionar o nome, ligado a política, tentou se aproveitar da situação e aparecer na mídia como um grupo que estava fazendo algo e o que é pior como organizador do evento de adoção e manifestação contra o abandono. Mas tudo foi corrigido a tempo. Abaixo eu vou incluir os links para a página do Facebook da Gatinhos da Beira Rio, onde constam informações detalhadas sobre todo o caso, todas as notícias e também link de algumas matérias. Quem tiver interesse pode conhecer mais o trabalho e até ajudar.



Bom, como reflexão deixo a frase de Guimarães Rosa – Se todo animal inspira ternura, o que houve, então, com os homens?

Sobreviventes
Sobrevivente
Eu me pergunto o que leva alguém a cometer tal ato. Veja bem só me questiono. Imagino o quão incomodado essa pessoa estava a ponto de matar esses animais. Animais que não podem falar e expressar sua dor, gritar por socorro e os que sobreviveram não podem contar quem foi. Um ato de covardia. Não desejo nada de mal a essa pessoa, ou pessoas, porque já basta o que ela é, ou elas são. Não julgo, não quero me irritar e nem me igualar a eles, me enchendo de raiva e desejando o mal. Espero que possam se arrepender a tempo e fazer algo enquanto há tempo. Mas também não quero perder minha sensibilidade e minha capacidade de indignar-me. Por isso, divulgo esse texto no blog e espero que possa ser de alguma ajuda para a Gatinhos da Beira Rio e para todos aqueles que lutam contra o abandono de animais e maus tratos.

Malu em seu novo lar.
Fico triste com a situação, mas feliz pela comunidade ter abraçado a causa e apoiado a ONG. Inclusive parabenizo minha amiga Jane Vieira, que me trouxe a informação e pediu que eu escrevesse sobre ela. Ela também adotou uma gatinha  que estava para adoção e era cuidada por uma das representantes do grupo. Um gesto muito bonito e consciente. A Malu foi abandonada  na praia, mas agora já está segura e recebendo muito amor de minha amiga e sua família.

Links


http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/vida-urbana/2014/01/25/interna_vidaurbana,486114/grupo-gatinhos-da-beira-rio-vao-prestar-queixa-contra-o-suposto-envenenamento.shtml

http://www.leiaja.com/noticias/2014/01/25/morte-de-gatos-na-beira-rio-sera-investigada/


Namastê,
Isa Vieira

FONTE IMAGENS-retiradas da página Gatinhos da Beira Rio no Facebook

Brisa da manhã

A brisa da manhã me alegrou grandiosamente, leve e fresca me fez pensar e agradecer. Acordar para mais uma oportunidade e para a beleza do viver!

Que hoje você possa  encontrar inspiração nas coisas simples e entender que nossa missão é ser FELIZ e fazer os outros felizes!!!

Desejo a todos um bom dia cheio de coisas e acontecimentos simples, mas que enchem nosso coração de alegria e nos inspiram a ser melhor, esperar o  melhor e realizar o melhor!

Namastê
Isa Vieira