Pesquisar este blog

28 de outubro de 2014

Defendendo ideias e ideais

Você quer defender suas ideias?? Você acredita nelas e na força que elas têm para o seu desenvolvimento e para o bem comum? Ótimo e parabéns! Porque parte de nossas conquistas vêem do pensamento positivo, do acreditar mesmo. Pois bem! Lute por essas ideais e ideais se assim me permite dizer. Lute com todas as suas forças, procure o melhor caminho para concretizá-las, procure as pessoas necessárias para fazer valer cada ideia na qual você acredita. Faça o que for possível, o que estiver ao seu alcance,   mas nesse processo não ofenda ninguém. Ofender as pessoas, mais do que falta de educação (comportamento e não estudo), demonstra desvio no caráter de quem assim o faz. Além disso, ofender demonstra desespero, falta de preparo ou habilidade diante daquilo que não é como você quer. Como uma criança birrenta que não recebeu dos pais a orientação necessária para lidar com as frustrações e mazelas da vida. Quando você ofende alguém se coloca numa posição superior e sabe que colocar a culpa no outro é mais fácil do que assumir seus próprios erros. E ninguém é obrigado a ser como ninguém e muito menos inferior ao outro. Ou será que você pensa que por considerar seus ideias os melhores quando você morrer não terá seu corpo engolido pela terra e os vermes que nela habitam? Recuso-me acreditar que você pensa assim.

Antes que me diga, lá vem ela falando de politica eu me adianto. Esse é um post sim sobre política, mas também é sobre como nos portamos em várias áreas  de nossas vidas. É sobre como negligenciamos nossa família, simplesmente porque eles não pensam da mesma forma que a gente, como não defendemos pais e irmãos, porque eles não tomam uma posição ou não pensam como deveríamos pensar. É sobre como agimos com cada colega de trabalho que pensa diferente, que age diferente. É sobre aquelas discussões ridículas sobre futebol que levam ao conflito. É sobre discurso de ódio e discurso de ódio pra mim é inconcebível. Ontem vi a seguinte frase nas redes sociais "Não confunda discurso de ódio com liberdade de expressão." E essa
é a mais pura verdade. A liberdade que temos hoje, principalmente  a proporcionada pelas redes sociais  está sendo usada da forma mais covarde que já se viu. Sabe, o que me envergonha não é a escolha de um país. O que me envergonha é como o país reage a essa escolha. Não confunda, não se iguale aos intolerantes, não seja mais um a culpar o outro. Minha liberdade termina onde começa a do outro. É com respeito que se vai longe e não com ofensas. Você é muito mais do que isso. Você é poder!

O poder está nas mãos de cada um de nós para fazermos e criarmos qualquer coisa e principalmente para mudar qualquer situação. Quando todos tivermos essa consciência aí sim criaremos um país mais justo e igual para todos, independente de quem está no poder seja na política, no esporte, em casa e em outras organizações da sociedade. Tenho fé que ainda verei esse momento chegar, mas com consciência e não com discurso de ódio para o bem de todos nós.

Namastê,
Isa Vieira